Movimento Regional por Terra e Território lança a Convocatória 2017 para somar casos inspiradores de acesso à terra e território

O Movimento Regional por Terra e Territóriolança a Convocatória 2017 para continuar somando casos inspiradores de acesso à terra e território na plataforma sul-americana: www.porlatierra.org.

 

Até agora já somamos mais de 60 instituições e pelo menos 60 acadêmicos e ativistas políticos na tarefa de sistematizar estudos de caso através da pesquisa-ação e em um esforço por proliferar um enfoque inspirador sobre o acesso à terra, que faça com que nossos estudos, ações e práticas de reprodução possam ir além da carga conflitiva, de pobreza e de criminalização como o campo vem sendo observado, enfatizando, ao contrario, o regresso e o apego à terra e outros horizeontes de sentido que vêm sendo cosntruídos por los pueblos-etnias-nacionalidades-grupos e clases sociales.

FotoIVEncontroTerraTerritorio

A articulação de Aliad@s por terra e territórionos diversos países convoca a mais organizações rurais, pesquisadores, ativistas e instituições amigas, interessadas em sistematizar, através da pesquisa-ação, experiências de processos recentes de acesso à tierra que desenvolveram interessantes estrategias para sustentar e melhorar suas vidas no campo.

Os insumos gerados pelo Movimento vem sendo úteis para dar visibilidade a permanente demanda de terra e território em toda América do Sul. Nossa tarefa é mostrar aqueles processos que sobrevivem e crescem apesar da concentração de terras, do agronegócio e do extrativismo. A economia rural e os territórios indígenas nos dão lições e modelos alternativos de desenvolvimento, formas de produção de alimentos e reprodução da vida que não ameaçam a riqueza da vida e, ao contrário, propõe avanços e expectativas cada vez maiores, apostando pela agroecologia e formas sustentáveis de aproveitamento dos condições materiais da vida.

As organizações, pessoas ou instituições do Brasil interessadas em se articular ao Movimento Regional por Terra e Território, e sistematizar um ou vários casos, devem entrar em contato com o IPDRS (O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.). Cada um destes estudos ou sistematizações receberão um incentivo de 450 dólares sob a modalidade de consultoria, estando sujeitos aos impostos da lei boliviana.

O prazo estabelecido para enviar propostas para sistematização de estudos de caso inspiradores de acesso a terra e território é sexta-feira 4 de agosto de 2017, até às 17:00.

Consulte a Convocatoria completa, Guia de Sistematização e Faça parte do Movimento para receber mais informação sobre os movimentos por terra e território em toda América do Sul.